segunda-feira, setembro 18, 2006

Só um laço de ternura





Amor deveria ser
Sem limite, sem horário
Sem ponto para marcar
Um sentimento arbitrário
Sem regras a obedecer
Sem motivos p’ra chorar
Nem nós para (nos) prender

Amor deveria ser
Só um laço de ternura
Deslizando com prazer
Pela curva da cintura

Amor deveria ser…
Mas não é. O que fazer?



[arbitrário: que provém de arbítrio; que não obedece às regras
Dicionário Primberam da Língua Portuguesa ]



Foto by Andreas Allgeyer

38 comentários:

Cris disse...

Lutar para que seja aquilo que queremos. No amor e na guerra vale tudo, mas eu não gosto de guerra, e as regras no amor, só o destroiem.

Gostei

Bjo.
C.

sónia disse...

"Amor deveria ser…
Mas não é. O que fazer?"
..há que fazê-lo!!
(lol..desculpa..mas esta era irresistivel)

Bia disse...

Simplesmente lindo... e o Amor quando existe é mesmo assim... um laço! depois passa a nó e perde todo o encanto, porque com o nó vêm as regras... A imagem além de muito sensual é bastante tranquila.
Gostei muito.

A Lei da Rolha disse...

Todas as regras foram concebidas para serem violadas, ultrajadas etc...beijos deste que te estima muito.

pitanga disse...

Ah, mas era a receita certa para a perfeição e digo mais, esse não acabava nunca.

beijos

weg disse...

Lindo.

Mas...

Há sempre um raio de um mas nesta cabeça minha.

Mas seria amor? Mas se fosse tudo fácil apeteceria tanto? Uniria tanto?

Mais vale amar e só pensar quando não for possível parar a cabeça ao destino.

Bjs

:)

melgadoporto disse...

Não podia deixar em branco, algo tão colorido como o amor. A meu vêr a questão é por si só uma falácia. Quero com isto dizer que amor não deve ter qualificações nem interrogações. Ou existe e se sente ou não existe e não o é. Porque temos sempre que ter explicação para tudo o que sentimos ou não sentimos e se acha que deviamos sentir.
Deixemos que o nosso sentir seja arbitrário!
:)

sotavento disse...

É amor?!... :)

(A quadra é uma delícia!... :))

DIAFRAGMA disse...

E côr e alegria, como mostra a fotografia...

Teresa Durães disse...

mas amor é isso...
sem laços para prender...

(livra, que doutro modo fujo!)

afinal, sou uma AVE!!!!!!

Miudaaa disse...

amar, amar, perdidamente... não há momento(s) mais valioso(s) e bonito(s) na vida...
há que saber saboreá-los, de preferencia com um laço de ternura!!!
adoreiiiiiiii!
um beijo de miudaaa

Serpente Emplumada disse...

Amor é tudo isso no nosso interior, mas quase o inverso quando conjugado com o mundo e a sociedade exterior a nós **Muito bonito o teu texto

copa-rota disse...

O amor, deveria ser livre... livre como um sonho.


Bom dia Glasslife...foi bom passar por aqui...

Tem um bom dia!

( Obrigado plo trompete mágico... )

Fica bem ;-)

Teresa Durães disse...

P.S - Resposta ao "o que fazer:" - dar com o rolo da massa, pois então!

Teresa Durães disse...

ops.. bom dia!

Louco de Lisboa disse...

Por não ser apenas é que é!

Kiss pour toi, até outro instante...

mac disse...

O que fazer? Tentar viver esse amor sem pressas e sem prisões. Já alguém disse, que o amor é semelhante a um pássaro na mão. Se o apertas muito, ele morre. Se não o apertas, ele voa e foge. Há que agarrar da forma certa gentilmente. É dificil, mas é possível.

Dafne disse...

Talvez não haja mesmo nada a fazer, quando tudo deveria ser sido e não foi.

PAULO SANTOS disse...

É sempre um prazer e uma surpresa visitar-te!
Mais um post pleno!

um beijo para ti !

Paulo

Ant disse...

Fazer por isso :)

amazing disse...

Não é isso a que chamamos "O Amor Incondicional"?
Hoje em dia parece que utilizamos as palavras como frases feitas, sem percebermos o que elas transmitem ou qual om seu significado.
KISS

frog disse...

O amor deveria ser tudo isso e muito mais!...
O amor devia ser um acto de anarquia!
Cumplicidade absoluta no dia a dia!
Vivido com liberdade e rebeldia!

Gostei muito do teu poema...

Um beijo...

Luisa disse...

Tantas teorias têm sido escritas sobre o Amor! Que não deve ser sujeito a obrigações concordo, mas que faz falta um pequeno laço para unir dois seres, acho falta. Um laço não apertado mas empre um laço...Entretanto obrigada pela visita ao meu blog.

Cristiano Contreiras disse...

Amor além de dever e ia, deveria, seria o ideal a todos aqueles seres da pura inconstância padrão.

JPD disse...

Amor deveria ser uma busca incessante para as emoções e os sentidos acentuem uma conjugação provável

M.P. disse...

No Amor de Amar Amar está a resposta para tua pergunta. :)**

Teresa Durães disse...

o melhor a fazer é:

Amas. Quando apertar, largas e vais para o próximo amor, e por aí adiante...

Até te fartares eheheheheh

Boa noite

(assim experimentas todas as teorias, pode ser que acertes numa... eu cá não acredito no amor terreno para sempre mas sou eu e vou já já embora antes que caiam em cima de mim)

greentea disse...

porque nada acontece por acaso...

Estranha pessoa esta disse...

"Nem nós para (nos) prender."

Se não fosse assim?
Seria... amor?


Notazeca de rodapé: Não escrevia 'essa palavra' desde que judas perdeu as botas. Isto que eu acabei de escrever nesta notazeca não interessa para nada... mas, tinha que escrever isso. Porque realmente.. é isso....

cantorouco disse...

O amor é o amor - e depois?!, Alexandre O'Neill

bom dia :=)

Ana Luar disse...

Não concordo meinha querida... lamento mas não posso concordar.
Amor é tudo isso e muito mais... nós é que não sabemos de todo o que é o amor.

Não esse amor completo... das pessoas dedicadas unicamente ao amor.

Anónimo disse...

Feel this... just a blowing kiss...

Zahir disse...

Amor é tudo isso e algo mais...é pureza no ser e fogo no querer!
Explendido post, 5 *****
Bjs

Rita Contreiras disse...

Resposta: aprender! Acredito que chegará o dia em que amaremos sem sofrer, sem querer possuir por medo de perder. Amei a poesia! Tão doce, tão leve...Como o amor que a gente vai aprender a sentir um dia. Posso copiar? Grande abraço.

Teresa Durães disse...

(hum... olhem que é Outono, não Primavera... só amor... precisas de mais achegas?)

Para além de:

"É fogo que arde sem se ver"

O pior é se arde, a casa queima, chamar bombeiros, ai que não paguei o seguro, etc e tal..?

(devo andar pouco romântica...)

Saio a voar antes que me expulsem...

ângela disse...

nada a fazer:)
bj

FOTOESCRITA disse...

O amor também é um pouco aquilo que quisermos que seja.

FOTOESCRITA disse...

O amor também é um pouco aquilo que quisermos que seja.