quarta-feira, dezembro 03, 2008

de.gelo


by K.I.M.R.Y


fechei os olhos para ver
a cor dos sons que pairam
sobre a pele fria
do corpo.
há neles um incêndio inquieto
chama hesitante
onde as mãos degelam
a capa branca
da solidão.

28 comentários:

Paula Raposo disse...

É. Gostei. Poucas palavras. E muito. Beijos.

Maria Clarinda disse...

(...)há neles um incêndio inquieto
chama hesitante
onde as mãos degelam
a capa branca
da solidão.


Que maravilha!!!!! Jinhos mil

hfm disse...

Tão belo... e que simbiose entre imagem e palavras!

Twlwyth disse...

Na escuridão o olhos alimentam-se do corpo que arde perante o reflexo da neve.

Beijo

VFS disse...

olhos quentes,
convite à comunhão.

belas palavras!

ลndreia disse...

Cobre esse corpo com um manto de amor e carinho que te posso aquecer o coração!

~ Beijinho ~

Lmatta disse...

gosto do poema
beijos

SMA disse...

Aqueço-te em abraço
.
.
.
gostei muito
.
.
estou sempre
.
bjo de cristal

mena m. disse...

De arrepiar...

Lindíssimo!

Licínia Quitério disse...

O fogo sobre o gelo. Belas imagens-palavras.

Um beijo.

*flor* disse...

Adorei!
=)

muito bonito*

beijinho ^^

PreDatado disse...

Sons quentes... e o degelo.

Gostei.

Véu de Maya disse...

belíssimo e suave...

abraço

Violeta disse...

Essa capa branca de ilusão... conheço-a!

bettips disse...

Degelar a solidão é uma forma. De encontro.
Bjinhos

triliti star disse...

e sentir o queimar do frio.

triliti star disse...

excelente imagem a acompanhar as palavras.

Maria Dias disse...

As vezes estamos só a dormir...Como um vulcão em extinção.Basta o coração começar a acelerar para a neve derreter e o calor brotar de dentro.Aonde ele sempre esteve...

Beijos e bom fim de semana.

Maria

margarida já muito desfolhada disse...

já tenho tapado os ouvidos para melhor ver.


muito
gostei, a sério

aqui gosto
sempre

Mar Arável disse...

O gelo queima

por vezes até as fogueiras

Moura ao Luar disse...

Um beijo

heretico disse...

belos os sons que incendeiam. e as mãos que degelam a solidão.

gostei muito.

beijos

pront'habitar disse...

muito bom.
eu, consegui já aquecer a solidão.questão de hábito. mas por vezes

sente-se o frio...

Paradoxos disse...

22 beijinhos e 12 abraços

:-)

JPD disse...

Belíssimo!
Bjs Vida de Vidro

Oliver Pickwick disse...

Surreal e "nonsensemente" bonito. Aliás, nada mais natural para quem é possuidora de alma de cristal, o vidro na sua forma mais inspirada.
Um beijo!

rosasiventos disse...

uma pureza de sino

um labirinto azul...




*

innername disse...

fechar os olhos pra ver não é só poesia mas sentidos. Delicia, este constatar de frio num incendio inquieto...sei de que falas. E tb sei que a solidão se veste de várias cores. Uma espécie de masturbação mas rimada e sem ritmo