segunda-feira, junho 11, 2007

A névoa




O dia era apenas um véu que escondia a luz forte da paisagem. Nem desejava outra coisa, sentindo nos olhos o ardor de tentar ver demais. Para lá dos limites do possível. Deixou-se diluir na névoa de não saber de si própria, de ignorar o que sentia. O vento do tempo passaria, limpando o horizonte. Levaria consigo aquela fina poeira de líquidos sentimentos. Que partissem, não os entendia! Queria ver claro, mas só quando a luz não lhe ferisse os sentidos. Algo dentro de si não estava preparado para a luz forte que a verdade projecta.



_______________

A todos os que comentam o que lêem e não fomentam guerras nos espaços dos outros, peço desculpa pela moderação nos comentários. Assim que o problema que a motivou se resolver, tudo volta ao normal.

33 comentários:

aida monteiro disse...

preparamo-nos aos poucos para essa luz. pedacinhos de luz que vão entrando...

um abraço.

maria josé quintela disse...

depois do primeiro impacto, o encandeamento, a verdade fica com uma tonalidade neutra. é então que a lucidez penetra sem resistência e já não fere os olhos.

sOl disse...

Amei tudO...
FOi sentidO...
PerfeitO...




sOl*

Francieli Rebelatto disse...

Serás que é a luz forte e turva que nos prejudica o olhar, ou será que somos nós que por medo não queremos ver, pois já sentimos demais...Enfim, essa névoa, esses olhares e então as verdedes, mas aos poucos o olhar se acostuma com a realidade e a luz diferente e então passa ao menos a entender...

Beijos e cuide-se..bela Imagem!!!Uma ótima semana!!!

Anónimo disse...

nunca a névoa aqui.


só um pouco de saudade e muita luz. a tua.



obrigada.



um beijo.



(piano)

Menina do Rio disse...

Nem sempre estamos preparados pra ver. É preciso abrir os olhos lentamente até acostumarmo-nos à claridade.

beijos

Nomundodalua disse...

hm..eu adoro essas imagens, ei acho tão..tão..reflexivas.. sei lá!
uhuhuh

"Deixou-se diluir na névoa de não saber de si própria, de ignorar o que sentia. O vento do tempo passaria, limpando o horizonte. Levaria consigo aquela fina poeira de líquidos sentimentos. Que partissem, não os entendia!.."


aiiii, eh isso ..:/ oq fazer?
tão perdida em si mesma, que nao consegue encontrar uma luz..

tao fazendio um friuzinho akiii!!! essa imagem cai bem ;)

namastê x*

maria carvalhosa disse...

Vida de Vidro,

Por vezes a verdade projecta uma luz demasiado forte para olhos habituados à penumbra da dúvida...

Beijos.

Baudolino disse...

A névoa torna nítida tanta coisa... Gostei de passar por aqui

madrugada disse...

Aqui só há uma verdade.

A verdade que a luz projecta
vinda deste sumptuoso texto...

Aqui o talento não é de vidro!

un dress disse...

... a protecção provisória da sombra então ...



beijO*

Carracinha linda! disse...

Nem sempre estamos preparados para ver a luz, para ver a verdade.

Mas é preferível sermos ofuscados por ela, do que viver na cegueira de uma mentira.

Beijocas

Amaral disse...

Com prosa se faz poesia!
Quando duas verdades não parecem harmonizar-se há uma dicotomia divina em evidência!...

achama / Sonia R. disse...

Perfeito. Bom dia. Bjinho.

PintoRibeiro disse...

A Luz, pois.
Bjinho,

Secreta disse...

"Ver" o que temos direito a seu tempo.
Beijito.

Maria Clarinda disse...

"...Deixou-se diluir na névoa de não saber de si própria, de ignorar o que sentia...."

A luz deixará de ferir os olhos...
Lindo este teu post!
A foto linda também.
Jhs gds

L.S. Alves disse...

Duas frases sobre a verdade:
"A verdade o libertará; mas antes ela vai ferrar você."
.
"Diga a verdade e depois corra."
.
Queria acreditar que são falsas afirmações, mas a vida teima em ratificá-las a cada momento que passa.
.
Um abraço.

Kalinka disse...

OLÁ AMIGA
estou muito triste e, amanhã - feriado para mim, vou repensar seriamente se fecho definitivamente o kalinka. Gosto do meu kalinka, não gosto é da maldade que as pessoas têm neste Mundo da blogoesfera, podiamos ser todos Amigos, não vejo porque há-de haver maldade, não é possível haver concorrência entre blogs.

Ontem, perto da meia-noite encontrei este estúpido comentário:Peço-te desculpa, mas eliminei o comentário que fizeste no meu último post.
O motivo é simples: não tinha nada a ver com o post que escrevi.
Queria dizer-te isto por e-mail, mas a verdade é que não tens qualquer endereço aqui...
Beijinhos.

Ora bem, se eu eliminasse todos os comentários que me deixam lá, cada vez que eles nada tivessem a ver com o que escrevo...então eliminava 70% dos comentários...
Francamente!!!
Quantas pessoas chegam ao meu blog e escrevem: um beijo, não tenho tempo para mais!
e, eu aceito; só temos que respeitar quem nos visita, à partida a porta do blog está sempre aberta, então estamos sujeitos a que as pessoas escrevam o que podem, nada mais.
Não estou na blogoesfera para me enervar, muito pelo contrário.

Vou ler o que postaste. Mereces!!!
Um abraço.

alice disse...

quantas vezes somos mais surpreendidos por uma verdade do que por uma falsa mentira. muito bonito o post.

mac disse...

Interessante o site sobre o Pinhole. Ñ conhecia.

Unicus disse...

Nunca estamos preparados para a verdade, sobretudo se ela se insere num contexto mais alargado do termo.
O que existe após a luz? essa é uma pergunta a que nãi sabemos ainda responder.
Beijos VV

herético disse...

importante é "aquela fina poeira de líquidos sentimentos"...

tudo o resto é "paisagem"...

Vieira Calado disse...

Um pedacinho de prosa bem composto, sim senhor.

A.S. disse...

Nem sempre estamos preparados para a verdade. Mas nunca poderemos passar ao lado dela!

O texto está lindo!


Um terno beijo...

melgadoporto disse...

Há quem diga que não existe uma só verdade para o mesmo facto ou situação.
Eu também assim penso e talvez por isso a sabedoria popular costuma dizer: “Essa é a tua verdade, não a minha”.
Como então “limpar este horizonte... de fina poeira”, “ver claro...”, não nos deixar-mos “diluir na névoa...” e sabermos onde para a verdade.
A verdade está onde sempre esteve, o facto é que:
“Algo dentro de (si) nós não esta(va) preparado para a luz forte que a verdade projecta”.
:)

PintoRibeiro disse...

E sem muito tempo, eu, a passar para deixar um bjinho,

D. Maria e o Coelhinho disse...

TOU TÃO CHATEADA !!

D. MARIA

madrugada disse...

Não ligues aos comentários grotescos,
porque essas pessoas são isso mesmo.

Mantém a tua personalidade.

IGNORA- OS.

achama / Sonia R. disse...

Gostei de ler. Em relação ao resto é de lamentar. Bjinho.

PintoRibeiro disse...

Percebo-te. Existe mesmo gente sem vida. De vida ou outra. Tristes, como tenho tanto insistido e desmontado. Não ligues.
Cansado, muito, doente, outra vez, brrr, só vim dar bom dia e deixar um bjinho,

Moinante disse...

Fenomenal . A prosa completa a foto de modo irrepreensível ...

Adorei .

Um doce beijo .

JPD disse...

Gostei.
Escreves muito bem.
Parabens!


Aceito o desafio.
(este fim de semana edita-lo-ei)

Bjs