quinta-feira, junho 14, 2007

Linhas paralelas




Linhas paralelas são as que, existindo no mesmo plano, nunca se intersectam. Diz-nos a geometria. Mas o olhar ensina-nos que se encontram num qualquer horizonte infinito.
Vivemos em linhas paralelas, fora de qualquer espaço geométrico. Atingindo o infinito contido em pedaços escassos de dias finitos.




Foto by .béhel.

31 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

Pleo menos acreditamos que se intersectam no horizonte.

bjinhos

Sereia Azul* disse...

As linhas paralelas existem...e quando elas se intersectam no olhar das nossas almas...elas permanecem eternamente entrelaçadas.

Um abraço de brisa marinha

Sereia Azul*

maria josé quintela disse...

e no entanto... existem as pontes. que cruzamos, ou não, através dos gestos.
quanto aos olhos, são pontes efémeras.

Baudolino disse...

...é a magia das ilusões´...
Um abraço e obrigado pela visita ao meu espaço

brisa de palavras disse...

Nós podemos não as ver a juntarem-se mas no nosso olhar, na nossa imaginação elas juntam-se...cruzam-se..e vivemos esse momento mágico.
um abraço
brisa de palavras

CNS disse...

E depois de se cruzarem? Continuaria a haver horizonte infinito?
Passei pelo teu espaço. Gostei. Muito. Irei voltar.

Francieli Rebelatto disse...

Linhas paralelas andam lado a lado e por andarem lado a lado não se encontrariam, mas estariam assim cúmplices de um contínuo no tempo re no espaço, fazem com que nos adentramos nas formas, na vida..Quanto ao encontro, serpa que se faz necessário??? creio que não, já que vão ao infinito....

Beijos, cuide-se...

alice disse...

é bem verdade que há linhas que se intersectam e contra a vontade e o afecto nada pode a geometria. um grande beijinho, vida de vidro.

mixtu disse...

interessante
nunca tinha reflectido nesse facto
pois.. algures se encontramm
um caminho que se faz caminhando...

abrazo europeu

Isabel José António disse...

Bom dia cara amiga Vida de Vidro,

Sobre o seu post das linhas paralelas, talvez possamos ver as coisas sob um outro ponto de vista (apesar do que está expresso no post poder ser também muito válido:

Na vida e na Natureza, a impermanência é que é a constante e não as certezas. Por vezes vemos linhas paralelas que, mesmo que se encontrem no infinito, aos nossos olhos limitados, "nunca" se encontrarão. Mas se usarmos os olhos da alma, todas as linhas se poderão encontrar num único ponto, tal como tudo começou, quanto toda a matéria estava contida num só ponto (seja do ponto de vista do BIG BANG científico seja do ponto de vista espiritual, onde nos é dito que o NADA, que TUDO continha em pontencial, estava no TODO).

Logo este seu post dá "pano para mangas", para que cada observador veja a sua verdade, e que cada verdade, vinda do mesmo ESPAÇO TEMPO, seja como cada um dos RAMOS da mesma ÁRVORE, onde corre a mesma seiva (espiritual e física)que tudo anima e tudo vivifica.

Muitos parabéns pelo post.

Se nos quiser visitar, também o poderá fazer .

José António

achama / Sonia R. disse...

Bom fim de semana . Bjinho.

Frioleiras disse...

Linhas paralelas q nunca se intersectam ... na maioria das vezes assim é mas.... o que eu gosto de q assim seja num mundo ausente de perfeicção... gostaria de te ser uma linha paralela junto da linha do meu caminho, em direcção ao infinito... Ausência de outra linha ou presença de outra linha sempre curva, perto de mim seria sinónimo de angústias. Martha Argeritch, a grande pianista, uma vez disse que gostava mais de estar mal acompanhada do que só....

Secreta disse...

Linhas paralelas de vida , de sentires ...
Beijito.

Entre linhas... disse...

Linhas paralelas sinónimo da busca de um mundo perfeito,em plena harmonia.
Bom fim de semana
Bjs Zita

herético disse...

prefiro as linhas secantes do olhar. nos pedaços dos dias finitos..

sonhadora disse...

Nunca é tarde para sonhar.
Bom fim de semana.
Beijinhos embrulhados em abraços!

A.S. disse...

As leis do amor são bem diferentes das leis da geometria! No amor, duas linhas paralelas, quase sempre se emcontram!!!


Um terno beijo!

Vieira Calado disse...

Uma interessante reflexão.
Obrigado pela visita ao meu site e pelas suas palavras.
Um resto de bom fim de semana.

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

Bom fim de semana e um abraço.

un dress disse...

des.conter então o infinito...

quem quererá um infeliz.infinito??

a.rriscar:
o finito.mortal.humano.
sangue suor e lágrimas ...


parece-me mais simples e mesmo ...
incrivelmente mais belo ...



beijO

Sandrine disse...

É como o belo arco-iris. Julgamos nós que em algum sitio ele terminará. Haverá algo melhor que a nossa imaginação e capacidade de sonhar?Beijo

hfm disse...

As paralelas do ponto de fuga.

João JR disse...

Belissimo paralelo que fazes aqui...sem duvida!
Beijos

maria carvalhosa disse...

Genial **

Escorpiana Explosiva disse...

linda estrada amei espero que lá na frente encontr coisa boas que te faça muito feliz .bom fds

AMOR&TERNURA disse...

GRANDE AMOR

Grande amor, grande amor, grande mistério
que as nossas almas trêmulas enlaça...
céu que nos beija, céu que nos abraça
num abismo de Luz profundo e sério.

Eterno espasmo de um desejo etéreo
e bálsamo da graça,
chama secreta que nas almas passa
e deixa nelas um clarão sidéreo.

Cântico de anjos e de arcanjos vagos
junto às águas sonâmbulas de lagos,
sob as claras estrelas desprendido...

Selo perpétuo, puro e peregrino
que prende as almas num igual destino,
num beijo fecundado num gemido.

Bjus de Luz perfumados de Ternura...

Marta Ribeiro disse...

venho anunciar a abertura do meu espaço...um espaço onde as opiniões sao fundamentais tanto pra mim como para o crescimento do blog...
espero que o visites e que gostes e deixes a tua opiniao...este é um comentario maira para divulgar mas logo logo sera um comentario em relação ao conteudo deste espaço...
serás sempre bem vindo(a).

Nomundodalua disse...

pois eh, tbm acho q elas se encontram..no horizonte finito, quem sabe??
sábias palavras srita!
:)

bom fds!
x**

Opintas/Bernardo Kolbl disse...

Bom domingo e um abraço.

Maria Clarinda disse...

Bela foto, e palavras...
Jhs mil

tufa tau disse...

paralelas convergentes...