quarta-feira, maio 02, 2007

Contradição





Não sou a imagem que crio. Mostro frequentemente de mim o reflexo errado. Resolvo, passo a passo, as minhas contradições intrínsecas. E crio outras. Assim sou, de tentativa em tentativa, à procura da minha própria coerência.


Foto by Anton Zarev

47 comentários:

Anónimo disse...

Humm..tão complicado? :-)

Um abraço de bom-humor

intruso

M. disse...

Porque te admiras? Não são os reflexos uma das características do vidro?... Nada mau, pois que a diversidade de imagens enriquece quem nele se olha, ou o olha.

naturalissima disse...

sempre muito bem reflectida em imagens e palavras... assim o és, sempre coerente, vidro... da vida!

Boa semana

brisa de palavras disse...

Passa no meu canto....tens lá uma surpresa!
um abraço
brisa de palvras

vida de vidro disse...

brisa de palavras: tenho pena de não poder corresponder ao teu pedido. O teu perfil no Blogger está dado como "not available" e não sei o teu endereço. Podes dizer-mo, por favor?

Carracinha linda! disse...

Vim matar as saudades daqui deste canto.

E deparo-me com uma música que quase fez saltar dos meus olhos aqgo que tenho tentado controlar para não sair. Excelente escolha.

Contradições, coerências...a vida é assim mesmo.

Beijos

Rafael Velasquez disse...

e até melhor ser assim.

Opintas/Bernardo disse...

Sabemos. O PR sabe-o bem ( e ele também por cá anda faz anos ). Por isso te temos nos blogues amigos.
Uma boa tarde e um abraço.

as velas ardem ate ao fim disse...

Não somos todos assim?
bjos

Zeca Paleca disse...

Não desanimar é dar um passo para vencer.
Gosto muito do teu blogue e peço-te humildemente que me venhas ajudar contra a luta do BARÃO LARANJA que quer invadir o nosso bosque vermelho.
HELP!

http://lusoprosecontras.blogspot.com

mac disse...

Temos normalmente 1 imagem a apresentar perante 1 espelho, que nem sempre é o nosso reflexo. Importante é não cair para o lado de lá do espelho como a Alice...

Rui Luís Lima disse...

olá!
a fotografia é excelente... e depois há sempre a imagem que nós criamos e a imagem que os outros criam de nós... quando um dia as comparamos e descobrímos as diferenças, somos sempre obrigados a sorrir...
uma boa semana e bons filmes***
paula e rui lima

Sandrine disse...

Dizem que é sempre mais facil conhecer os que nos sao proximos do que a nos mesmos. E nao deixa de ser verdade. Mas só nos temos o espelho que reflecte a nossa alma. Ha coisas que so nos sabemos desvendar. **bjinho

Diafragma disse...

Bem, este texto está um espectáculo!
E a fotografia uma delícia, para o realçar.

Pedro Branco disse...

Seremos nós... nós? Em que fonte nascem as lágrimas das palavras? Em que rio correm os dedos que nos guiam? Em que foz desaguam estes pequenos reflexos?

Perto de ti. De mim. Dele. Dela. Ali. Além. Dentro. Fora. Em cima. Em baixo. Atrás. À frente...

D. Maria e o Coelhinho disse...

TODOS
(D. Marias e Coelhinhos)
mostramos
SEMPRE
o lado eerrado,
SEMPRE !!!

Francieli Rebelatto disse...

De fato, não são poucas às vezes que assim nos apresentamos, uma imagem crida, masacarada como nos convém aparacer...

Mas, enfim, o importante é sempre tentarmos ser os mais verdadeiros possíveis...

Beijos, cuide-s eum bom início de semana!!!

madrugada* disse...

Todos nós temos as tais formas Intrínsecas...

não vale fugir àquilo que somos!

-Ontem ao acordar, vi-me ao espelho!

... e; Cortei-me com ao respirar!...

Secreta disse...

Nem sempre é fácil encontrar coerência em nós mesmos... O melhor a fazer é irmo-nos contentando com os altos e baixos...

Ana Prado disse...

E que sentido me fazem as tuas palavras...

Cris disse...

E não é assim que todos somos, tentativa da tentativa de sabermos quem somos?

Beijinho GRANDE

Cris

alice disse...

gosto de contradições. então assim escritas ;) e esta música apetece ficar. dentro do vidro. beijinhos.

Opintas/Bernardo disse...

Yep.
Boa noite e um abraço.

herético disse...

caleidoscópio.de.cores...

a.coerência.está.na.imagem.imprevista.

gostei.mto.

Teresa David disse...

Como me identifico com estas palavras! Parece-me que todos nós temos sempre um reflexo um pouco desfocado de nós próprios, que só ao cabo de muitos anos conseguimos tornar nítido. gostei.
Bjs
TD

M.P. disse...

Que somos nós senão isso mesmo ???
Queremos dar a entender o que não somos ... uma questão de auto-defesa, de necessidade de protecção.. Por outro lado lutamos pelo que é verdadeiro e que custa a aparecer em tantos reflexos de tantos eus! Beijinhos muitos

JPD disse...

Olá!

O Sísifo jamais deixou de tentar levar a pedra ao cima da montanha!

Bjs

Vity disse...

Ola...

Ahhh como entendo estas palavras ... como me revejo nelas... mas jamais as saberia escrever desta forma tão coerente... tão sensata ... tão REAL...
Adorei...
Beijo
Vity

Maria Clarinda disse...

Maravilha...e eu qua adoro reflexos!...
Jhs gds

melgadoporto disse...

Nós criamos as imagens, que queremos que sejam o nosso reflexo.
Mas como “bons” reflexos que são, “mostram-nos” perfeitos e virtuais.
É esse o grande dilema no nosso mundo!
Vivemos de “reflexos” e com “reflexos”.
Tanto e tão assiduamente que acabamos por perder perspectiva.
Mesmo de nós próprios!
E assim de “reflexo” em “reflexo”, cada vez o labirinto se adensa.
Por isso a urgência da “coerência” com nós próprios.
Senão, um dia acordamos “reflexo”…

Fuser disse...

Vida

texto e imagem sintonia perfeita

beijos

fuser

Papoila Sonhadora disse...

Ola doce Vida, vim deixar-te um bjinho de encanto, com o reflexo da Amizade!
Papoila Sonhadora,

Nilson Barcelli disse...

Reconheces, embora de uma forma positiva, o que acontece a todas as pessoas em maior ou menor grau.
Há uns meses atrás (não me lembro se leste), escrevi sobre o assunto:

A minha face real,
fugidia, anda do corpo arredia.
Não a vejo,
não a toco,
escorrega-me dos dedos
qual enguia libertina.
Não a domino, vadia,
cata-vento
e dançarina,
mostra-se sempre diferente,
muda de cor, de feitio,
de tamanho e de feição
a cada olhar que pressente.
Estou a pensar
que a travesti
é obra alheia e não minha,
cedo argamassa
e tijolos,
a construção é só vossa...

Não presumam como exactos
os retratos que vos dou,
inacabados e toscos
nenhum deles me revela
e nem eu sei
o que sou.


Bom fim-de-semana.
Beijos.

Rui Luís Lima disse...

olá vida de vidro!
aos domingos vamos iniciar no "paixões e desejos" as nossas "sessões de cinema" viajando pela história da sétima arte, esperamos que gostes***
bom fim-de-semana
paula e rui lima

PintoRibeiro disse...

Bom fim de semana. Sem muito tempo.( Passo a semana a ler, traduzir e cortar jornais, agora. E por aí fora. Sério ).
Bjinho.

maria disse...

Vida de Vidro,

Vale o esforço... não desistas da procura. Talvez essa seja uma das razões da nossa existência.

Um beijo.

Amaral disse...

A busca eterna, o relembrar, o recriar...
Assim somos, de realidade em realidade, versões rebuscadas no reflexo de nós...

A.S. disse...

O mundo é feito de contrastes e contradições...


Um beijo!

mnemosyne disse...

Palavras bem talhadas ... uma escrita concisa que reflecte o teu reverso. Um beijo :)

PintoRibeiro disse...

Sem paciência mesmo nenhuma para andar aqui, só vim mesmo deixar um bjinho de bom fim de semana.

pin gente disse...

não o fazemos todos um pouco?

jawaa disse...

Todos nós afinal damos aos outros uma imagem do que não somos; por mais transparente que seja o vidro, altera sempre o reflexo.
Que belas imagens!

Ana Rita disse...

Afinal,nem sempre estamos sós!

Gostei do blog, visitarei outra vez!

ninaowls disse...

podes não ser "a imagem que crias" mas és certamente tb essa imagem, bem criada, diga-se. E essa tentativa-erro de aproximação faz lembrar o ritmo da abelha de flor em flor, na busca de polen. Não é isso que fazemos todos minha querida?
Gosto dessa coerência.

ninaowls disse...

Nilson Barcelli, beautifull.

"Não presumam como exactos
os retratos que vos dou,
inacabados e toscos
nenhum deles me revela
e nem eu sei
o que sou."
De mestre. Poderei guardar este poema para postar no Ninaowls? will u ask to the poet for me?

snowflake. disse...

=o que foto fantastica*

lindo

Klatuu o embuçado disse...

Humanidade... é o nome da ferida.
Dark kiss.