terça-feira, maio 08, 2007

Erro de perspectiva




O céu, lá em cima. A árvore, de ramos frágeis, enfeitou-se de folhas jovens e tentou subir. O céu, azul, inatingível. Ergueu os braços ramos até ao limite. Nem conseguiu tocar o tecto azul polvilhado de algodão. Mas o que tinha sido construído, ali mesmo ao lado, parecia-lhe sólido e enorme. Atingindo com segurança aquele céu desejado. A árvore invejou aquele bloco que lhe dava vertigem olhar. E conformou-se com a sua incapacidade. Nunca entenderia que, na base do seu desgosto, estava apenas um erro de perspectiva.

34 comentários:

M. disse...

Gosto muito desta "humanização" de uma árvore.

naturalissima disse...

Interessante olhar em perspectiva!
Mesmo que seja uma ilusão, não deixa de ser um sonho... porque não?
Um bom dia de trabalho

as velas ardem ate ao fim disse...

Nunca tinha pensado assim.

Se calhar já dei com alguma sprespectivas erradas.

bjos

Carracinha linda! disse...

Diferentes persperctivas, diferentes conclusões, diferentes sentimentos...

alice disse...

duvido que seja um erro. não me parece assim escrito que o seja. a perspectiva poética não segue as mesmas regras da literária, ou não seria poética. mas gostei de ler para assim reflectir. beijinhos ;)

Opintas/Bernardo disse...

Acontece realmente.
Boa tarde e um abraço.

mac disse...

É tudo relativo não é? O bloco de certeza que lhe invejou o seu verde...

brisa de palavras disse...

A àrvore acompanha o betão...e enquanto a Natureza e o botão se forem entendendo a sociedade tem prespectiva.
um abraço
brisa de palavras

L.S. Alves disse...

Belíssima metáfora.
Um abraço.

Moinante disse...

Engraçada a forma como confrontas o urbanismo e a natureza , que hoje em dia está desfasado , os edifícios crescem e as árvores mingam ...


votos de continuação de uma boa semana .

Sandrine disse...

A frase final é a "moral da historia" e está muito bem construida. Uma historia fantastica =)
**

A.S. disse...

Eu diria a convivência pacifica entre a engenharia e a natureza...


Um BeijO!

Ana Prado disse...

Bem visto. O texto e a foto.

sotavento disse...

Desculpa mas não resisto: quem seria o engenheiro?!... :)))

Cris disse...

Lindo, " E conformou-se com a sua incapacidade. Nunca entenderia que, na base do seu desgosto, estava apenas um erro de perspectiva." E quantas vezes não é isso mesmo?

Beijinho
C.

Ana Rita disse...

Todos nós tropeçamos em perspectivas diferentes!! e não acho que seja mau,há que nos conformar com o que temos,com o que somos!!

Gostei da metáfora do texto!

maria disse...

Levamos a vida inteira a cometer erros de perspectiva e a tentar corrigi-los... é quase como que um castigo de Sísifo!...

Beijo.

ninaowls disse...

Belissimo erra de perspectiva. Apropriadissimo esse sentir a alguem que tão bem desloca o ego do seu umbigo e consegue depreender o feeling do verde. Alice, como podes perguntar se estou farta das hortas, se por aqui se vê que és mais verde e terra que sólida e cimentada social? Kiss. Vou ler post anterior. (não estou no meu pc, não tenho os vossos links e tive que acreditar que a tua direcção era da blogspot, escrevendo a direcção. Não me enganei. És mesmo tu. Um bom dia de prima-verão.)

melgadoporto disse...

Ora aí está o erro mais comum da humanidade – Erro de perspectiva!
O famoso avaliar da floresta, olhando apenas para uma das arvores.
O intempestivo acreditar, porque nos fazem crer que assim deve acontecer.
O ignorante julgar, pelo juízo dos outros.
O devastador “tapar o sol com uma peneira”, limitando a nossa visão.
O triste momento em que sentimos se não seremos, também, um erro de perspectiva.
Seremos?...

Opintas/Bernardo disse...

Um bom dia e um abraço.

Guilherme F. disse...

Concordo em absoluto. Os erros de perpectiva (e são tantas!) levam-nos por caminhos não desejados.
Restam as palavras.
Gui
coisasdagaveta.blogs.sapo.pt

puta_madre disse...

Tudo é relativo: verdade e mentira, bem e mal, grande e pequeno. Pelo menos eu vejo as coisas nesta perspectiva :-)

Nilson Barcelli disse...

Pois, também deveria ter reparado nas ervas daninhas, quase rastejantes ao pé dela...
O teu texto poético é muito inteligente e contém mensagens importantes para a vida.
Beijos.

della-porther disse...

Vida

diferentes...



beijos

della

Rafael Velasquez disse...

árvores.... árvores... perpassamos todas e nada vemos.
tenha uma boa semana.

PintoRibeiro disse...

Passei para deixar boa noite e um abraço.

sonhadora disse...

perspectivas.
beijinhos embrulhados em abraços

collybry disse...

Muito interessante as perspectivas...bjca doce

Nomundodalua disse...

nossa..num eh que é.. apenas(?) um erro de percepção.. x)

gostei!
eu não trocaria a sombrinha de uma arvore pelo frio aconchego do predio não..oras bola!!
:DD

posso te linkar
vida que de vidro só tem a aparencia..? uhuhu x***

Rui Luís Lima disse...

Olá Vidra de Vidro!

Veja por favor o nosso post de 9/5/2007

THINKING BLOGGER AWARD

Obrigado
Um abraço Cinéfilo

Paula e Rui Lima

Secreta disse...

Cada perspectiva é diferente da outra ... Nem sempre nos damos conta desses erros .

Fuser disse...

Vida

vem ouvir Stevie e saberás do que falo....

beijos

fuser

herético disse...

uma belíssima parábola...

um olhar inteligente sobre a vida!

L.S. Alves disse...

Te linkei na máquina espero que isso não te incomode.
Um abraço.