domingo, outubro 07, 2007

Entre a alma e o corpo




Fecho a janela do pátio inventado
Preciso ficar no escuro agora
Por entre as coisas que guardam o silêncio
Ásperas ao tacto
Nos dedos só resta a memória
Do que ainda viaja entre a alma e o corpo
Habituo os olhos à ausência de miragens
Para me iluminar de realidade
Assim será o recuar da escuridão
Sem arco-íris
Luz velada de dias quietos

46 comentários:

Páginas Soltas disse...

este é o blog que mais me custa comentar.. Os teus poemas são tão sentidos que me deixam sempre ser palavras.. beijinho e boa semana

maria josé quintela disse...

viagem sinuosa essa, entre o corpo e a alma!

cõllybry disse...

Entre corpo e Alma,a diferença é abismal...


Doce beijo

St. J. disse...

esforço difícil o de distanciar a alma do corpo...

Anónimo disse...

"Lá no outro lado"..vaidade (dizes tu), hum..o desejo de absorver reconhecimento :-))

"Entre a alma e o corpo"..prefiro o viver ao recordar..recordar é parar o tempo..é deixar de viver..

abraço

intruso

pessoa nenhuma disse...

na escuridão ilumina a verdade..entre almas e corpos...
gostei....

R Lima disse...

O silêncio incólume é mais do que necessário em vida.. em vidas que presas se tornam livres.

Livres do pensar.. hoje e sempre.



O AveSSo convida a aguçar os seus "sentidos".


Texto de hoje: Sentidos...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

tolilo disse...

entre
a alma e o corpo

existe

a
melancolia !

Chuac!_

PintoRibeiro disse...

As Mulheres, não, claro. Mas aquela é só msmo uma GAJA.
Soberba a foto, o resto leio dpois. A correr, bjinho,

Carracinha linda! disse...

Eu adoro esta foto!!! Está muito bonita. Tem assim um aspecto de antiga que eu sempre gosto!

Beijocas

Secreta disse...

Tb são necessários dias quietos na nossa vida. Mas , não deixes que eles se apoderem de ti por muito tempo.
Beijito.

pin gente disse...

parecem-me importantes estes momentos...
beijo

Amaral disse...

Poesia profunda que quer dizer muito mais do que aquilo que as simples palavras deixam parecer...
Entre a alma e o corpo viaja a quietude que dá luz à realidade...

Chahy disse...

Entre a alma e o corpo está o que ficou por dizer, as palavras doces ou amargas, que fluturam nesse curto espaço, entre a alma e o corpo, fica o desejo não consumado, não declarado, não aceite, entre a alma e o corpo, fica a essência de nós mesmos.

Rafael Velasquez disse...

deixe chegar ao por-do-sol.

melgadoporto disse...

Num pátio nasceram os meus primeiros sonhos…
Alguns realizaram-se, outros continuam miragens…
Miragens nas quais insisto…
É um arco-íris…
Embora tragam dias inquietos…

A Lei da Rolha disse...

Fico muito, muito mas mesmo muito feliz por estares entre nós outra vez!!!!
bjs

Ana* disse...

Que blog tão bonito!!!

Replecto de sentimento...adorei!!

Um beijinho...dsc a invasão...

=)*

Anna Flávia disse...

Caramba, não sei nem o que comentar. É dessas coisas que faz a gente pensar por horas..

Beijo

sOl disse...

Tão lindo...
Sem palavras mesmo...




sOl*

O Profeta disse...

Uff...tens o condão de me surpreender a cada post...


Doce beijo

C Valente disse...

bnita imagem lindo poema
saudações amigas

Estrela do mar disse...

...querida nem sei o que comentar...este teu post transmite-me inquietude...ausência:(...e já agora, desculpa a minha ausência...mas ando numa de "artes", no outro blog...mas hoje resolvi colocar as visitas em dia...e que bom que foi vir até cá;)...


Jinhossssss e tem uma linda semaninha.

Kristal disse...

Você é poderosa, indispensavelmente poderosa !

Anónimo disse...

(mas..depois de algum tempo na sombra..qualquer intensidade de luz, cega..nem que só seja, momentaneamente..)
:-)

abraço

intruso

sonia r. disse...

Boa semana e um beijinho.

Entre linhas... disse...

Do corpo á alma,apenas um único passo.
Bjs Zita

Maria Clarinda disse...

"...Assim será o recuar da escuridão
Sem arco-íris
Luz velada de dias quietos...


Lindo, levo as tuas palavras sempre comigo para depois com a calma e paz necessária, reler cada uma delas.
Obrigada.
Jinhos

PAULO SANTOS disse...

mais um post que me seduz...
que me transmite coisas que conheço!!!!

Um beijo

Paulo

M. disse...

Que bonito tudo isto!

Tchivinguiro: onde nasci. disse...

Para chegar ao mais longe.

mixtu disse...

Para me iluminar de realidade
Assim será o recuar da escuridão
Sem arco-íris

hoje não vi um... arco-iris

abrazo europeo

daniel sant'iago disse...

Bem dentro... bem dentro de corpalma!
Bem dentro!

un dress disse...

entre corpo e alma

o medo a dor

a esperança

a b e r t a




beijO

♥≈Nღdir≈♥ disse...

Blog nomeado na minha «corrente de amizade»no Feelings na próxima publicação do 10 de Out. Conto com a presença, é um agradecimento singelo pelo apoio que me dispensaram num momento frágil de saúde.
Entretanto, deixo muitos ♡  ♥Beijos    ♡    ♥Beijos      ♡       ♥Beijos

♥Beijos    ♡      ♥Beijos       ♡   ♥Beijos ♡   


         ♡    ♥Beijos   ♡      ♥Beijos    ♡  

M.P. disse...

Os silêncios são preciosos caminhos até nós que por vezes pesam em toneladas de minutos num coração sofrido ou esfacelado... Mas mesmo assim esses silêncios ajudam-nos no encontro com o nosso interior... Beijos muitos.

Nomundodalua disse...

gistei da imgem, na verdade nem sei porque..mas..x)
lembrei de uma musica, acho que de adriana calcanhoto "entre por essa porta agora e diga que me adora, você tem meia hora pra mudar a minha vida.." é tão linda, tbm não me pergunte porque eu lembrei, num faço ideia uhuhu
namastê!

Mustafa Şenalp disse...

çok güzel bir site.

Helena Nunes disse...

Uma viagem em que a volta é calma, sem alarido, a preto e branco.
Talvez? talvez. Profundo, inquietante, simples e lindo
Bjos
(desculpa a ausência)

santiago disse...

Um virar de costas à fantasia? Ela é sempre um pouco necessária. Digo eu...

as velas ardem ate ao fim disse...

Se calhar entre a alma e o corpo existimos nós, mas tb não tenho a certeza.

bjinhos

Marinha de Allegue disse...

Entre a alma e o corpo está reunido aunado nun TODO...

Unha aperta grande.
:)

Anónimo disse...

Agora que este canto já ficou na penumbra e as susceptibilidades se foram..faço o meu 3º comentário, a brincar ou não.."O que viaja entre a alma e o corpo, são os orgasmos"..

intruso

herético disse...

"a luz velada de dias quietos, são por vezes prenúncio de arco-iris..."

AMMedeiros disse...

Fechar-se aos estímulos externos, às sensações dos sentidos, para entrar mais profundamente na realidade de dentro, na semântica do silêncio de outros sentidos...

Um beijo interior

Mateso disse...

"...do que ainda viaja entre a alma e o corpo..."
Sombra coada no pulsar de um corpo.
Tanat serenidade e máoa..
Lindo!
Bjs.