domingo, setembro 14, 2008

Suave Setembro




Suave Setembro que revelas a cor prata das semi madrugadas em que as aves do sapal iniciam o voo;
és brisa leve das manhãs no jogo de escondidas com o sol;
aqueces o corpo inquieto em tardes quentes de Verão ainda vivo;
trazes os primeiros arrepios agasalhados em casaquinhos leves com cheiro de Outono;
prendes o olhar em doces ocasos, desejos dourados dos dias por vir;
lanças o sonho em noites de silêncio que murmuram com o vento segredos das pedras e das plantas.

Suave Setembro, estação de equilíbrios novos. De calma transição.

24 comentários:

Sun Melody disse...

Lindo Lindo Lindo, absolutamente poético. Como disse a um amigo, num dia destes suave e sedutor doce Setembro.

Este mês, encanta-nos. Ontem esteve calor, calor e o pôr-do-sol fenomenal passei horas a vê-lo adormecer.

Beijo

goooooood girl disse...

i like......

mac disse...

Gosto de Setembro por a praia estar, finalmente, entregue às gaivotas...

Paulo Sempre disse...

"prendes o olhar em doces ocasos, desejos dourados dos dias por vir;"

Setembro:um mês suave, sem dúvida.

Hands of Time disse...

setembro parece-me sempre o segundo começo do ano! :D

Justine disse...

Suave mês, doce como o texto que lhe dedicas!

bettips disse...

Hoje olhei Setembro com os teus olhos.
E tudo me pareceu mais calmo e conforme.
Bjinho

MADRUGADA... disse...

E o mês de setembro
parou aqui

Na vida de vidro

O mês de setembro
parou aqui
nesta minha tua

Vida de vidro

Beijo - te.

innername disse...

Um setembro suave de equilibrios, de calma transição, assim se adivinha o outono. Beijo cálido a cheirar a castanha assada e jerupiga

hfm disse...

Que nem um equinócio consegue perturbar.

Ego. disse...

Aqui do outro lado do oceano, setembro vem trazendo uma explosão de cores e flores!!!
Por aqui já é primavera!

Adorei seu espaço!!!
Até!

JPD disse...

Bom regresso, Vida de Vidro

Os meses de Maio, Setembro e Outubro, são os meus preferidos.

Bj

Klatuu o embuçado disse...

Mas estranho também, abafado, como uma tragédia...

Maria Clarinda disse...

Adorei as tuas palavras , transformadas em poesia. Adoro o mês de Setembro/out., em que a volta nos faz sempre sonhar, ao ver no horizonte as cores mágicas de uma nova estação a iniciar.
Lindo!Jhs mil

batista disse...

de calma transição entre o escuro da noite e o clarão do alvorecer, tuas palavras, na madrugada passada, como aragem nos acontecimentos nessa América do Sul, onde a dor e as lágrimas dos vivos são transformadas pela mídia numa farsa canhestra. digo da dor e das lágrimas dos vivos, pois os mortos, os mortos, dizem alguns, já não sentem dor nem derramam lágrimas... digo das lutas de descendentes de povos que foram escravizados. passado tanto tempo inda esperam por uma estação de equilíbrios novos, mesmo sabendo que as elites jamais permitirão que mudanças necessárias se façam de forma serena.
tuas palavras, contudo, Amiga, falam de “sonho em noites de silêncio que murmuram com o vento segredos das pedras e das plantas”... grato por tais palavras poéticas. aprendi, de há muito, que nada como a poesia para que mantenhamos nossa humanidade... e como precisamos disso, no exato instante em que o povo boliviano luta por superar uma situação secular adversa.
que o vento traga a beleza que pode ser contida num suave setembro.

fica o meu abraço fraterno e saudoso.

pin gente disse...

tempo de pisar as uvas com passadas e melodias ritmadas

gostei muito
beijo
luísa

M. disse...

Belo este teu Setembro.

Nilson Barcelli disse...

Acho que nunca li nada tão bonito sobre Setembro. Parabéns cara amiga, é um excelente texto.
Beijinhos.

margarida já muito desfolhada disse...

talvez a minha estação preferida. sim, é.

Entre "aspas" disse...

Setembro um dos meses mais bonitos,o da transição..e não só,o mês em que fui mãe.
Bjs Zita

heretico disse...

gosto sim. da mudança das estações.que mantém a perenidade da vida. e dos sentimentos...

gostei muito. beijos

Grilinha disse...

Olá João

Setembro não é o meu mês preferido por ser demasiado melancólico.

Março e Abril são os meus meses preferidos mas tb osmais agitados na Natureza.

Por ser tão agitada é que me espalhei ao comprido eheh

beijinhos

Deméter disse...

Suave e macio como a brida da tarde e a neblina da manhã.
Lindo.
Bj.

Uma estrela errante disse...

Olá,

lavei a alma nas veredas do teu cantinho.

Bela prosa...amei!

Beijinho

Isa